Realidades Submersas . Contra-Cena

Realidades Submersas . Contra-Cena é uma actividade que inaugura uma investigação de elementos não classificados dos acervos museológicos. Iniciamos o projecto em parceria com o Museu de Arqueologia do Fundão e Rede Museológica Municipal prevendo o seu desenvolvimento, no âmbito do Projecto Pontes, no Museu dos Lanifícios da Universidade da Beira Interior, Casa da Torre – Centro de Estudos Arqueológicos que manifestaram interesse neste projecto, seguindo-se outros Museus da Região da Beira Interior.

Esta actividade de carácter experimental integra os substratos materiais e imateriais depositados nos museus, pretendendo fazer convergir as práticas da investigação da arqueologia e da criação artística, definindo-se à partida os seguintes tópicos de investigação: Desclassificação; Deslizamento; Afloramento; Inflorescência.

Deste modo, desejamos trabalhar os territórios da arte e da ciência em simultâneo através de um conjunto de objectos por estudar, ainda sem material científico, numa aproximação que questiona as metodologias e práticas do artista e do investigador.

Sublinhamos a importância desta acção artística, contrapor a arte às metodologias de investigação arqueológica, para o estímulo da descoberta de novas linhas de investigação científica.

As actividades do projecto desenvolvem-se ao longo dos quatro anos com o mesmo modelo metodológico – Formação, Investigação, Criação e Apresentação Pública – em regime de residências de criação e investigação artística durante 45 dias.

A apresentação pública anual é constituída por uma representação performativa/expositiva, incluindo os trabalhos científico e artístico, ficando posteriormente disponível para integrar o catálogo de núcleos expositivos da Luzlinar para circulação.

 

Planeamento:

Para cada ano estão previstas as seguintes actividades com um total de 45 dias/sessões afectos à criação:

1 – Residência | (duração de 5 dias/sessões) Formação base inicial em museologia necessária à investigação a receber por parte dos Tutorandos sendo planeada e orientada pela coordenação científica da actividade.
2 – Residência | (duração de 10 dias) Investigação para o desenvolvimento autónomo e simultâneo dos investigadores na área das Artes Plásticas e da Arqueologia, em particular dos participantes dos Projectos Teórico-Práticos em Tutoria.
3 – Residência | (duração de 30 dias) Criação artística e de conteúdos científicos no quadro do projecto.
4 – Apresentação pública dos dois trabalhos em simultâneo no espaço da Comuna.

 

Objectivos Específicos:

– Estimular pela acção artística a descoberta de novas linhas de investigação científica.
– Abrir espaço para a reflexão sobre as metodologias e práticas do artista e do investigador.
– Resgatar os elementos não classificados dos acervos museológicos.
– Despertar a aprendizagem/conhecimento do espólio cultural submerso para a sua fruição e investigação.
– Promover a articulação entre instituições de carácter museológico e os artistas.

 

Projectos

Ana Brotas
Xavier Ovídeo
Mariana Fernandes e Elsa Gonçalves